2011

DEZEMBRO 2011

Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de dezembro.Vagas limitadas. Distribuição de senha 30 minutos antes

Clique para ampliar

 ► Conversas nas exposições
  • qua, 14, 21, 28 16h Exposição escolhida pelo público. Com Virgínia Mota e Anita Sobar
  • sáb 03 13h Elisa Bracher: ponto final sem pausas. Com Bernardo Zabalaga
  • sáb 17 13h Genealogias do Contemporâneo Relações entre os artistas Cildo Meireles, Antônio Manuel e Wesley Duke Lee. Com Leonardo Campos

► Ações Móveis

  • sáb 03 15h Escalas de equilíbrio Criação de esculturas, relacionando a escala humana e monumentalidade da obra da artista Elisa Bracher. Com Bernardo Zabalaga
  • sáb 17 15h O mundo segundo a poesia Laboratório de textos a partir de manchetes de jornais relacionando a produção dos artistas Cildo Meireles, Antônio Manuel e Wesley Duke Lee. Com Leonardo Campos

► Território Descoberto

  • dom 04, 11, 18 13h Diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins. Com Elielton Rocha e Bianca Bernardo.

► Programa em Família

  • dom 04, 11, 18 15h Potencializa o diálogo criativo entre crianças e adultos perante obras de arte, exposições e o jardim do museu, atendendo a processos estimulantes do pensamento e práticas artísticas reveladoras. A cada domingo uma surpresa. Com Ignes Albuquerque e Virgínia Mota.

► Douações

  • sáb 10 15h Lançamento da BaseMóvel Levo Mesa B, com artistas Enrico Rocha e Vitor César. Serão realizadas ações a partir desse projeto desenvolvido como ferramenta conceitual e prática para o Núcleo Experimental de Educação e Arte.

_________________________________________________________________________

NOVEMBRO 2011

Seminário Internacional Reconfigurações do público: arte, pedagogia e participação

ter-qui  08, 09, 10 14:30h -19h Debate sobre como as práticas artísticas, curatoriais e educativas estão ativando e respondendo aos contextos sócio-culturais emergentes e às novas perspectivas de atuação dos museus, instituições e espaços culturais alternativos. Parceria com o departamento de educação e o programa internacional do The Museum of Modern Art – MoMA, New York, a Casa Daros Rio e o Projeto Pedagógico da 8ª Bienal do Mercosul.

Conversas nas Exposições
qua 02, 16 16h Louise Bourgeois: o retorno do desejo proibido
sáb 05, 19 13h Genealogias do Contemporâneo Relações entre os artistas Cildo Meireles, Antônio Manuel e Wesley Duke Lee
sáb 12 13h Elisa Bracher: ponto final sem pausas

Ações Móveis
sab 05, 19 15h Minha notícia para o mundo Laboratório de textos a partir de manchetes de jornais relacionando a produção dos artistas Cildo Meireles, Antônio Manuel e Wesley Duke Lee.
sab 12 15h Corpo e equilíbrio Criação de esculturas, relacionando a escala humana e monumentalidade da obra da artista Elisa Bracher. 

Território Descoberto
dom 06, 13, 20, 27 13h  Diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins

Programa em Família
dom 06, 13, 20, 27 15h Conversas, ateliês, jogos e experiências onde famílias podem viver o museu deforma lúdica e criativa a partir da arquitetura, do jardim e das exposições.

Encontros Multissensoriais
sáb 26 15h Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver.
_________________________________________________________________________

OUTUBRO 2011

Conversas nas Exposições
qua 05, 19, 26 16h Percurso Louise Bourgeois: imagem escrita  O artista, o curador, o espectador: um debate sobre a construção de novos discursos na exposição Louise Bourgeois, o retorno do desejo proibido. Com Ana Paula Chaves.

Conversas entre educadores
sáb 08 15h Exposição PIPA 2011 Criação de percursos relacionais entre as obras dos artistas André Komatsu, Eduardo Berliner, Jonathas de Andrade e Tatiana Blass.  Com Mara Pereira e Anita Sobar.

Ações Móveis
sab 01, 15 15h Cidades Inventadas Criando relações poéticas a partir do livro As cidades Invisíveis, de Ítalo Calvino, e de experiências no espaço urbano, usando diferentes materiais. Com Anita Sobar.
sáb  08, 22 15h Jogos Neoconcretos Fluência criativa com formas geométricas a partir da observação da arquitetura do MAM e das obras da exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand. Com Elielton Rocha.

Território Descoberto
dom 02, 09, 16, 23, 30 13h  Diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins. Com Bernardo Zabalaga e Elielton Rocha.

Programa em Família
dom 02, 09, 16, 23, 30 15h Conversas, ateliês, jogos e experiências onde famílias podem viver o museu deforma lúdica e criativa a partir da arquitetura, do jardim e das exposições. Com Ignes Albuquerque e Virgínia Mota

DouAções: Dia das Crianças
qua 12 14-17h Ateliê de Pintura Coletiva: uma homenagem a Ivan Serpa Nos anos 50 as oficinas de Ivan Serpa abriam espaço para crianças através da pintura. Venha celebrar um novo momento criativo do MAM.

Encontros Multissensoriais
sáb 29 15h Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver.
_________________________________________________________________________

SETEMBRO 2011

 

QUARTA

Dias 07 e 14

16h Conversas nas Exposições

Percurso Espaço Público e Escultura Pública, com Anita Sobar
Conversa sobre escultura enfocando sua inserção nos espaços, a relação com o público, procedimentos modernos, contemporâneos e aspectos sociopolíticos. Serão abordadas obras das exposições permanentes, temporárias e imagens sob esculturas no espaço público do centro da cidade do Rio de Janeiro. 

Dia 21
15h Diálogos / Quartas da Curadoria
Conversa com o artista Ascânio MMM e o crítico de arte e curador Paulo Herkenhoff sobre a produção do artista e a relação com as memórias do MAM como lugar de criação. Neste encontro serão discutidas as mudanças de paradigmas no papel da curadoria e suas relações com a produção artística a partir dos anos 60. 

Dia 28
16h Conversas nas Exposições
Fotomontagem e Surrealismo, com Ana Paula Chaves
Conversa a partir de obras da artista Grete Stern na Coleção Joaquim Paiva em diálogo com algumas imagens de Walter Benjamin em O surrealismo. O último instantâneo da inteligência européia e Pequena história da fotografia.   

SÁBADO

Dia 03
13h Conversas nas Exposições
Fotomontagem e Surrealismo, com Ana Paula Chaves
Conversa a partir de obras da artista Grete Stern na Coleção Joaquim Paiva em diálogo com algumas imagens de Walter Benjamin em O surrealismo. O último instantâneo da inteligência européia e Pequena história da fotografia.  

 

15h Ações Móveis
Modos de dizer, com Gleyce Heitor
E você, se tivesse um espaço para fazer uma crítica ou protesto hoje, a quem estes seriam dirigidos? A proposta visa discutir a aproximação da pintura de Glauco Rodrigues com a linguagem da propaganda, atentando para as metáforas elaboradas pelo pintor para criticar alguns momentos históricos do Brasil assim como os aspectos do que foi estabelecido como identidade nacional.

Dia 10
13h Conversas nas Exposições
Percurso Espaço Público e Escultura Pública, com Anita Sobar
Conversa sobre escultura enfocando sua inserção nos espaços, a relação com o público, procedimentos modernos, contemporâneos e aspectos sociopolíticos. Serão abordadas obras das exposições permanentes, temporárias e imagens sob esculturas no espaço público do centro da cidade do Rio de Janeiro.

15h Ações Móveis
Jogos Neoconcretos, com Elielton Rocha
Fluência criativa com formas geométricas a partir da observação da arquitetura do MAM e das obras da exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand, com enfoque no eixo Respirações Geométricas. 

Dia 17
13h Conversas nas Exposições
Fotomontagem e Surrealismo, com Ana Paula Chaves
Conversa a partir de obras da artista Grete Stern na Coleção Joaquim Paiva em diálogo com algumas imagens de Walter Benjamin em O surrealismo. O último instantâneo da inteligência européia e Pequena história da fotografia.

14h Conversas nas Exposições para educadores
Exposição Louise Bourgeois: o retorno do desejo proibido, com Mara Pereira e Ana Paula Chaves
Conversa sobre os possíveis percursos relacionais entre as obras em exposição.

15h Ações Móveis
Modos de dizer, com Gleyce Heito
E você, se tivesse um espaço para fazer uma crítica ou protesto hoje, a quem estes seriam dirigidos? A proposta visa discutir a aproximação da pintura de Glauco Rodrigues com a linguagem da propaganda, atentando para as metáforas elaboradas pelo pintor para criticar alguns momentos históricos do Brasil assim como os aspectos do que foi estabelecido como identidade nacional. Nela, o público será instigado a produzir à partir de alguns limites estabelecidos pelo propositor. 

Dia 24
13h Conversas nas Exposições
Percurso Espaço Público e Escultura Pública, com Anita Sobar
Conversa sobre escultura enfocando sua inserção nos espaços, a relação com o público, procedimentos modernos, contemporâneos e aspectos sociopolíticos. Serão abordadas obras das exposições permanentes, temporárias e imagens sob esculturas no espaço público do centro da cidade do Rio de Janeiro.

15h Ações Móveis
Jogos Neoconcretos, com Elielton Rocha
Fluência criativa com formas geométricas a partir da observação da arquitetura do MAM e das obras da exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand, com enfoque no eixo Respirações Geométricas. 

15h Encontros Multissensoriais
Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver. 

DOMINGO

04, 11, 18, 25
13h – Território Descoberto, com Gleyce Heitor e Bianca Bernardo
Diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins.
15h – Programa em Família, com Ignes Albuquerque e Virgínia Mota
Conversas, ateliês, jogos e experiências onde famílias podem viver o museu de forma lúdica e criativa a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo– coleção Gilberto Chateaubriand em diálogo com as exposições temporárias e a arquitetura.
_________________________________________________________________________

AGOSTO 2011

QUARTA

03, 17 e 31

13h Conversas nas Exposições

Percurso Espaço Público e Escultura Pública, com Anita Sobar

Conversa sobre escultura enfocando sua inserção nos espaços, a relação com o público, procedimentos modernos, contemporâneos e aspectos sociopolíticos. Serão abordadas obras das exposições permanentes, temporárias e imagens sob esculturas no espaço público do centro da cidade do Rio de Janeiro.

10 e 24

13h Conversas nas Exposições

Percurso Escultu… o quê?, com Ana Paula Chaves

O que podemos chamar de escultura hoje?

Conversas sobre as concepções de escultura na arte moderna e contemporânea a partir de reflexões na relação espaço, tempo e materialidade em algumas obras das exposições.  

SÁBADO

06

13h Conversas nas Exposições

Percurso Espaço Público e Escultura Pública, com Anita Sobar

Conversa sobre escultura enfocando sua inserção nos espaços, a relação com o público, procedimentos modernos, contemporâneos e aspectos sociopolíticos. Serão abordadas obras das exposições permanentes, temporárias e imagens sob esculturas no espaço público do centro da cidade do Rio de Janeiro.

15h Ações Móveis

Uma música, uma frase, múltiplas visões, com Anderson Araújo

Propõe diferentes percepções das obras de arte gerando novas leituras a partir da música. 

13

13h Conversas nas Exposições

Percurso Fotografia em dois acervos, com Leonardo Campos

Relações entre as fotografias presentes na exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e Fotografias – Coleção Joaquim Paiva.

15h Ações Móveis

Jogos Neoconcretos, com Elielton Rocha

Fluência criativa com formas geométricas a partir da observação da arquitetura do MAM e das obras da exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand, com enfoque no eixo Respirações Geométricas. 

2015h Diálogos

Conversas e experiências relacionando arte, museu e sociedade, considerando conceitos e práticas abordados por artistas, curadores e educadores.

27

13h Conversas nas Exposições

Percurso Fotografia em dois acervos, com Leonardo Campos

Relações entre as fotografias presentes na exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e Fotografias – Coleção Joaquim Paiva.

15h Ações Móveis

Jogos Neoconcretos, com Elielton Rocha

Fluência criativa com formas geométricas a partir da observação da arquitetura do MAM e das obras da exposição Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand, com enfoque no eixo Respirações Geométricas. 

15h Encontros Multissensoriais

Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver. 

DOMINGO

07, 14, 21, 2813h – Território Descoberto, com Gleyce Heitor e Ana Paula Chaves

Diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins.

15h – Programa em Família, com Ignes Albuquerque e Virgínia Mota

Conversas, ateliês, jogos e experiências onde famílias podem viver o museu de forma lúdica e criativa a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo – coleção Gilberto Chateaubriand em diálogo com as exposições temporárias e a arquitetura.

JULHO 2011

Mediação Experimental
qua 06, 13, 20, 27 16h; sáb 02, 09, 16, 23, 30 13h Conversas nas exposições
experiências compartilhadas a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e das exposições temporárias.

sáb 02, 09, 16, 23, 30 15h Ações Móveis a cada encontro são realizadas ações num espaço diferente do museu, provocando no público experiências com arquitetura e diferentes linguagens artísticas.

dom 03, 10, 17, 24, 31 13h Território Descoberto diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins.

Programa em Família
dom 03, 10, 17, 24, 31 15h conversas, ateliês, jogos e experiências onde adultos e crianças podem viver o museu de forma lúdica e criativa a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo em diálogo com as exposições temporárias e a arquitetura.

DouAções > Memórias da unidade experimental
sáb, 16 15h Ações coletivas desenvolvidas por artistas e educadores estabelecendo interações diretas entre o público e as múltiplas linguagens artísticas. Participação especial Guilherme Vaz.

Encontros Multissensoriais
sáb 30 15h Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver. Vagas limitadas. Distribuição de senha 30 minutos antes.
_________________________________________________________________________

JUNHO 2011

Mediação Experimental
qua 01, 08, 15, 22, 29 16h; sáb  04, 11, 18, 25 13h Conversas nas exposições experiências compartilhadas a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e das  exposições temporárias.

sáb 04, 11, 18
15h Ações Móveis a cada encontro são realizadas ações num espaço diferente do museu, provocando no público experiências com arquitetura e diferentes linguagens artísticas. 

dom  05, 12, 19, 26 13h Território Descoberto diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins. 

Programa em Família
dom 05, 12, 19, 26 15h conversas, ateliês, jogos e experiências onde adultos e crianças podem viver o museu de forma lúdica e criativa a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo em diálogo com as exposições temporárias e a arquitetura.

Encontros Multissensoriais
sáb 25 15h Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver. Vagas limitadas. Distribuição de senha 30 minutos antes.
_________________________________________________________________________

MAIO 2011

Mediação Experimental
sáb  14, 21, 28 13h Conversas nas exposições experiências compartilhadas a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e das  exposições temporárias.

dom  01, 08, 15, 22, 29 13h Território Descoberto diálogos entre o museu, o seu entorno e a cidade, a partir da arquitetura, da exposição do acervo e dos jardins.

qua 04, 11, 18, 25 16h / sáb 14, 21 15h Ações Móveis a cada encontro são realizadas ações num espaço diferente do museu, provocando no público experiências com a arquitetura e diferentes linguagens artísticas. 

Programa em família
Dom 01, 08, 15, 22, 29 15h conversas, ateliês, jogos e experiências onde adultos e crianças podem viver o museu de forma lúdica e criativa a partir da mostra Genealogias do Contemporâneo em diálogo com as exposições temporárias e a arquitetura. 

DouAções
sáb 07 14h conversa e laboratório com o artista venezuelano Carlos Cruz-Diez a partir do seu trabalho de intervenção cromática sobre pipas “Cor no Espaço”.

Encontros Multissensoriais
sáb 28 15h Programa de acessibilidade que promove experiências mobilizando os diferentes sentidos e possibilita a cegos e videntes o exercício do ver e do não ver. Vagas limitadas. Distribuição de senha 30 minutos antes.
_________________________________________________________________________

ABRIL 2011

MEDIAÇÃO EXPERIMENTAL 
Sábado, 02, 09, 16, 23, 30 16h Conversas nas Exposições Programa de visitas com o objetivo de instigar percepções e experiências compartilhadas criando relações entre a exposição do acervo Genealogias do contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand e as outras exposições.

Dom, 03, 10, 17, 24 16h Território Descoberto Visitas que estabelecem diálogos entre o museu, seu entorno e a cidade, a partir de encontros e experiências com a arquitetura de Affonso Eduardo Reidy, a exposição do acervo e os jardins de Burle Marx. Percurso deste mês: Arquitetura – museu e cidade..

Qua 06, 13, 20, 27 16h Ações móveis Atividades realizadas em diferentes espaços do museu criando lugares suspensos de experiências com arte e arquitetura. Entrada gratuita no museu a partir das 15h.

PROGRAMA EM FAMÍLIA 
Dom 13, 20 e 27 15h Navegações entre Três Margens: Durante este período o Programa em Família terá como foco especial as exposições Genealogias do Contemporâneo – Coleção Gilberto Chateaubriand  e Terceira Metade. A proposta é explorar a singularidade de cada artista, os contextos de sua criação e as possíveis relações poéticas dentro do mundo contemporâneo.

ENCONTROS MULTISSENSORIAIS 
Sábado 30 15h Programa de acessibilidade que reúne grupos heterogêneos de cegos e videntes. A proposta é promover experiências que mobilizem o compartilhamento de diferentes sentidos e possibilite que os participantes exercitem o ver e o não ver.

DIÁLOGOS
Sábado 16 13h Espaço de conversas e experiências relacionando educação, arte, museu e sociedade, e ampliando debates a partir de uma perspectiva da transversalidade, considerando a programação do MAM, os conceitos e as práticas abordados por artistas, curadores e pelo Núcleo Experimental de Educação e Arte. Com Luiz Guilherme Vergara e Mara Pereira. Direcionado a artistas, críticos, estudantes, educadores de escolas, universidades, projetos sociais, culturais, de saúde, museus e outros campos do conhecimento.
_________________________________________________________________________

MARÇO 2011

MEDIAÇÃO EXPERIMENTAL

  • Visitas nas Exposições 

Programa de visitas às exposições temporárias e do acervo (Genealogias do Contemporâneo) com o objetivo de instigar percepções e experiências compartilhadas.
Grupos agendados – terça a sexta, 13h e 15h / sábado e domingo, 13h
Público espontâneo – Sábado, 16h

Território descoberto

  • Visitas que estabelecem diálogos entre o museu, o entorno e a cidade, a partir de encontros e experiências com a arquitetura de Affonso Eduardo Reidy, a exposição do acervo e os jardins de Burle Marx, ampliando o papel do MAM enquanto território de afetos na cidade do Rio de Janeiro.

Grupos agendados – terça a sexta, 23h e 15h/ sábado e domingo, 13h
Público espontâneo – domingo, 16h

Ações móveis Público espontâneo, 12 e 19 de março,15h

PROGRAMA EM FAMÍLIA
Arte – uma ponte ENTRE TERRAS E MARES
Durante este período o Espaço Família estará com um foco especial no conjunto de obras da exposição TERCEIRA METADE, dos artistas contemporâneos Tatiana Blass (Brasil), Manuel Caeiro (Portugal) e Yonamine (Angola). A cada domingo uma proposta diferente irá explorar a singularidade das imagens, os contextos de sua criação e as possíveis relações poéticas dentro do mundo contemporâneo.

Domingo, 6, 13, 20 e 27 de março, 15h

ENCONTROS MULTISSENSORIAIS
No sábado dia 26 de março será inaugurado o programa Encontros Multissensoriais. Os encontros acontecerão no último sábado do mês e serão sempre realizados com grupos heterogêneos, reunindo cegos e videntes. A proposta é promover encontros que mobilizem o compartilhamento de diferentes sentidos e exercitem o ver e o não ver. Na inauguração será realizada a visita Território Descoberto, explorando os jardins e a arquitetura do MAM. Sábado, 26 de março, 15h. _________________________________________________________________________

FEVEREIRO 2011

Programa de visitas às exposições e diálogos entre o museu, o entorno e a cidade, a partir do encontro com a arquitetura de Affonso Eduardo Reidy, os jardins de Burle Marx e a exposição Genealogias do Contemporâneo. Ações com artistas, educadores, organizações socioculturais, escolas e famílias.

Ações permanentes na sala
Terça a domingo 12h às 18h
Visitas / Atividades com agendamento
(ônibus gratuito para instituições públicas e projetos sociais)

Terça a domingo 13h às 15h e das 15h às 17h
Visitas / Atividades sem agendamento
Sexta, sábado e domingo 14h às 15h e das 16h às 17h

Espaço Família > Arte em Partes
Será que um quadro, tal como um livro, pode abrir-se e fechar-se, contar-nos uma história? Partindo da leitura do Tríptico de Luiz Alphonsus conversaremos sobre o sentido narrativo de uma obra de arte e convidaremos, crianças e adultos, a criarem o seu.

06/02, 13/02, 27/02, às 15h

DouAções
Ação coletiva desenvolvida por artistas e educadores estabelecendo interações entre o público e as múltiplas linguagens artísticas.

20/02, às 15h
_________________________________________________________________________

JANEIRO 2011

PROGRAMA EM FAMÍLIA
09/01, 16/01, 30/01, 15h

Catacoisas
 “Cata Coisas” é uma coleção de objetos e diferentes materiais utilizados pelos artistas em seus processos criativos. Ao explorá-los, vamos perceber como os artistas tiram proveito das funções e qualidades naturais de cada um deles. A brincadeira em visita à exposição é procurar e achar estes objetos nas diversas obras expostas  e conversar sobre como estes meros objetos/materiais, simbólicos e ou poéticos transformam-se em novas possibilidades de vida expressiva vendo-os funcionarem como arte. Vamos procurá-los ?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s