Programação 2013

MAIO 2013
Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de maio de 2013. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Qui 02 16h Conversas nas exposições: A partir do reconhecimento do corpo da obra de Rui Chafes, discutiremos de que forma ela nos organiza e presentifica. Pensaremos também os mecanismos pelos quais o artista problematiza as relações de proximidade e distância a partir do trabalho da forma. » Vagas limitadas.

Qui 04 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Polaridades – Coleções MAM discutiremos a importância do museu e das obras presentes em sua coleção no processo histórico da arte no Brasil, em especial na segunda metade dos anos 60. » Vagas limitadas.

Dom 05 16h Ateliê aberto: As oficinas de maio serão dedicadas à experimentação em
torno das exposições Arquitetura de Vidro de Marcos Cardoso e Carne Misteriosa de Rui
Chafes. Nestes encontros exploraremos possibilidades da relação do corpo e da escultura no espaço. » Vagas limitadas.

Ter 07 16h Conversas nas exposições: Exposição Genealogias do Contemporâneo. A partir do entrecruzamento dos processos de criação de alguns artistas da exposição serão abordadas questões referentes ao moderno e ao contemporâneo no Brasil. » Vagas limitadas.

Qui 09 16h Conversas nas exposições: Conversa na exposição Genealogias do
Contemporâneo, a partir do eixo temático corpo e identidades. » Vagas limitadas.
________________________________________________________________________

ABRIL 2013
Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de abril de 2013. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 02 16h Conversas nas exposições: Como a ideia de arquivo se apresenta na exposição Márcia X – Arquivo X, reunindo obras, documentos e registros do processo de trabalho da artista, e como assume diferentes sentidos na arte contemporânea, nas instituições e na vida cotidiana.

» Vagas limitadas.

Quin 04 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Polaridades – Coleções MAM, discutiremos a importância do museu e das obras presentes em sua coleção no processo histórico da arte no Brasil, em especial na segunda metade dos anos 60.

» Vagas limitadas.

Sáb 06 16h Conversas nas exposições: Qual é sua opinião sobre a arte? A arte serve para alguma coisa? Percurso criado a partir das obras expostas na mostra Aquisições – Prêmio Marcantonio Vilaça/ Funarte e de certos eixos conceituais e poéticos, que nos ajudarão a responder (ou não) as questões citadas.

» Vagas limitadas.

Dom 07 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 09 16h Conversas nas exposições: Como a ideia de arquivo se apresenta na exposição Márcia X – Arquivo X, reunindo obras, documentos e registros do processo de trabalho da artista, e como assume diferentes sentidos na arte contemporânea, nas instituições e na vida cotidiana.

» Vagas limitadas.

Quin 11 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman.

» Vagas limitadas.

Sáb 13 16h Conversas nas exposições: Márcia X – Arquivo X. A curadora Beatriz Lemos e os artistas Ricardo Ventura e Alex Hamburger, conversam sobre a exposição e o arquivo Márcia X.

» Vagas limitadas

Dom 14 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas

Ter 16 16h Conversas nas exposições: Perguntamos diante do MAM e da Baía de Guanabara – onde, então, começa o museu? O que podemos entender por um museu ampliado? Propomos um percurso pelo jardim de Burle Marx e pela arquitetura deAffonso Eduardo Reidy a fim de explorar, dialogar, desafiar as relações, limites e fronteiras entre o museu e a vida cotidiana.

» Vagas limitadas

Quin 18 16h Conversas nas exposições: O MAM como um abrigo de arte, política, cultura e potencialidades. A partir dos eixos curatoriais da exposição Genealogias do Contemporâneo, discutiremos como esses temas permeiam a história do museu e a coleção de Gilberto Chateaubriand.

» Vagas limitadas

Sáb 20 16h Conversas nas exposições: Conversa sobre a exposição Índice de Luiza Baldan, com presença da artista.

» Vagas limitadas.

Dom 21 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas.

Ter 23 16h Conversas nas exposições: conversa obre a importância do olhar que desdobra o gesto criativo, a partir da obra fotográfica de Cao Guimarães. ExposiçãoAquisições – Prêmio Marcantonio Vilaça/ Funarte.

» Vagas limitadas. 

Qua 24 16h Diálogos: Homenagem a Ivan Serpa. Por ocasião dos 65 anos de aniversário do MAM, o Núcleo Experimental e convidados homenageiam o artista e educador Ivan Serpa.

Convidados:  
» Hélio Márcio Dias Ferreira – Prof. Dr. Hélio Márcio Dias Ferreira, autor do livro Ivan Serpa: o “expressionista concreto” (EDUFF, 1996), organizador do livro Ivan Serpa (coleção Fala do Artista – FUNARTE, 2004) e co-autor do livro Ivan Serpa (Banco Pactual, 2003). Artista plástico e Professor Adjunto de desenho da Escola de Teatro, UNIRIO.

» Glaucia Villas Bôas – Profª da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), dedica-se à pesquisa e docência na área da sociologia da cultura. Coordenou os filmes documentários Almir Mavignier: Memórias Concretas (2006) e Formas de Afeto: um filme sobre Mario Pedrosa (2010). Atualmente desenvolve projeto sobre a história do concretismo na cidade do Rio de Janeiro.

Mediação: Luiz Guilherme Vergara e Jessica Gogan, coordenadores do Núcleo Experimental de Educação e Arte. Em colaboração com Coletiva Projetos Culturais.

» Gratuito. Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes.

Quin 25 16h Conversas nas exposições:
 A partir da exposição Genealogias do Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman.

» Vagas limitadas.

Sáb 27 15h Encontros Multissensoriais:
 Por ocasião do 65º aniversário do MAM, o encontro multissensorial de abril dialogará com a exposição Polaridades – Coleções MAM. Tomando como ponto de partida o sentido de ruptura e síntese das obras expostas, queremos propor, no fazer, pontes de entendimento com o que esse território pós anos 60, evidencia na corrente atual da arte brasileira.

» Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes. Atividade gratuita para pessoas com necessidades especiais e seus acompanhantes. » Pré-agendamento para grupos de pessoas com necessidades especiais e acompanhantes com o setor educativo: (21) 2240 – 4948 | terça à quinta, das 12h às 18h

Dom 28 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas.

Ter 30 16h Conversas nas exposições: Perguntamos diante do MAM e da Baía de Guanabara – onde, então, começa o museu? O que podemos entender por um museu ampliado? Propomos um percurso pelo jardim de Burle Marx e pela arquitetura deAffonso Eduardo Reidy a fim de explorar, dialogar, desafiar as relações, limites e fronteiras entre o museu e a vida cotidiana.

» Vagas limitadas.
_________________________________________________________________________

MARÇO 2013
Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de março de 2013. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 02 16h DouAções: A artista Laura Erber promoverá um encontro para o programa
DouAções envolvendo um “envio especial” e uma conversa sobre seu processo e as correspondências que inspiraram sua mostra, Musa sem cabeça, composta por telegramas enviados ao longo de oito meses ao Sr. MAM – aos cuidados do curador Luiz Camillo Osório e um conjunto de cartas lacradas que serão abertas daqui a vinte anos.

Participação: Laura Erber
» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 03 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

»
Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 05 16h Conversas nas exposições: A partir de algumas narrativas expostas em Histórias às margens de Adriana Varejão iremos propor debates referentes à temporalidade da obra.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 07 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do
Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman. Com Anita Sobar

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 09 16h Conversas nas exposições: Aproveitando o mês em comemoração ao Dia
Internacional da Mulher, discutiremos a partir da exposição Márcia X – Arquivo X, sobre como a figura da mulher atravessa o trabalho da artista de forma polêmica, bem humorada e crítica, no intuito de trazer à tona reflexões acerca do tema.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 10 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

»
 Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 12 16h Conversas nas exposições: Quantas imagens para uma palavra. Conversa sobre a des-construção do tempo, da imagem e da fragmentação da palavra para uma composição ficcional funcional, a partir da exposição Musa sem cabeça, de Laura Erber.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 14 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do Contemporâneo,discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 16 16h Conversas nas exposições: O que caracteriza um ateliê? Através da exposição Márcia X – Arquivo X que reproduz o ambiente de trabalho da artista, colocaremos em questão as diversas concepções de ateliê, além de uma investigação das especificidades desse espaço na contemporaneidade.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 17 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 19 16h Conversas nas exposições: Como a ideia de arquivo se apresenta na exposição Márcia X – Arquivo X, reunindo obras, documentos e registros do processo de trabalho da artista, e como assume diferentes sentidos na arte contemporânea, nas instituições e na vida cotidiana.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 21 16h Conversas nas exposições: Quantas imagens para uma palavra. Conversa sobre a des-construção do tempo, da imagem e da fragmentação da palavra para uma composição ficcional funcional, a partir da exposição Musa sem cabeça, de Laura Erber.

»
Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 23 16h Conversas nas exposições: Com o intuito de debater a ideia de re-fazer ou re-enactment – como o termo é mais conhecido – discutiremos como na revisitação de certos aspectos formais, técnicos e performáticos, podemos encontrar na obra de Márcia X, pontes de entendimento e elaboração da obra no momento atual.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 24 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

»
 Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 26 16h Conversas nas exposições: Como a ideia de arquivo se apresenta na exposição Márcia X – Arquivo X, reunindo obras, documentos e registros do processo de trabalho da artista, e como assume diferentes sentidos na arte contemporânea, nas instituições e na vida cotidiana.

»
 Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Qua 27 16h Diálogos: MAM as 65: Arte, educação e a cidade: novas opiniões, novos cariocas. Por ocasião do 65º aniversário do MAM e no reconhecimento do importante papel do museu na história do Rio de Janeiro, reunimos os autores do livro Novo Carioca (2012) para refletir sobre o passado-presente da cidade e as interseções com a educação, arte e agenciamentos urbanos.

Convidados: Jailson de Souza e Silva, geógrafo, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) fundador e diretor do Observatório de Favelas; Jorge Luiz Barbosa, geógrafo, professor da UFF, fundador e diretor do Observatório de Favelas; Marcus Vinícius Faustini, cineasta, escritor e diretor teatral, coordena a Agência de Redes para a Juventude.

Mediação: Jessica Gogan e Luiz Guilherme Vergara (UFF), coordenadores do Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM.
» Gratuito. Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes

Quin 28 16h Conversas nas exposições: Conversa com Luiz Guilherme Vergara, sobre como as exposições Musa Sem Cabeça: A fábula do contemporâneo de Laura Erber e Arquivo X de Márcia X, podem dialogar entre si.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 30 15h Encontros Multissensoriais: O encontro multissensorial de março, parte do
pressuposto básico que permeia esta iniciativa dentro do museu: a partilha. Em Musa Sem Cabeça: A fábula do contemporâneo, Laura Erber questiona e reconfigura o aparelho simbólico que se constrói em torno ao espaço e entendimento da arte. A proposta deste mês vai ao encontro da obra de Erber, no desejo de pensar e discutir em conjunto o lugar da obra de arte, através da leitura de fragmentos dos telegramas e a sua re-elaboração poética por parte do coletivo.

» Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes. Atividade gratuita para pessoas com necessidades especiais e seus acompanhantes. » Pré-agendamento para grupos de pessoas com necessidades especiais e acompanhantes com o setor educativo: (21) 2240 – 4948 | terça à quinta, das 12h às 18h

Dom 31 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.
_________________________________________________________________________

FEVEREIRO 2013

Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de fevereiro de 2013. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 02 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman. Com Anita Sobar

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 03 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

»
 Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 05 16h Conversas nas exposições: O pensamento na pintura (inscrição e apagamento) e o exercício da modernidade. Exposição Vieira da Silva (1908-1992). Com Virgínia Mota

»
 Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 07 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do
Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman. Com Anita Sobar

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 14 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo
que instigam percepções ampliadas sobre a exposição permanente Genealogias do
Contemporâneo e as exposições temporárias. Com Elielton Rocha

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 16 16h Conversas nas exposições: A partir de algumas narrativas expostas em Histórias às margens de Adriana Varejão iremos propor debates referentes à temporalidade da obra. Com Ana Chaves

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Dom 17 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 19 16h Conversas nas exposições: O reconhecimento de algumas perspectivas históricas em versões declaradas e sutis, propagadas e esquecidas na produção da artista Adriana Varejão, exposta em Histórias às margens. Com Mara Pereira

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 21 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo
que instigam percepções ampliadas sobre a exposição permanente Genealogias do
Contemporâneo e as exposições temporárias. Com Luiz Guilherme Vergara.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Sáb 23 15h Encontros Multissensoriais: O museu à escuta II. Em fevereiro, daremos
continuidade à pesquisa nas obras da coleção Gilberto Chateaubriand, avançando nas premissas propostas no encontro anterior. Nesse encontro nos interessa aprofundar o
entendimento de como o espaço compartilhado da arte age nas nossas vidas e paralelamente, seguir elaborando com o museu um possível percurso sensorial na exposição da coleção. Depois do primeiro encontro do ano ter focado em obras do neoconcretismo brasileiro, o Encontro Multissensorial de Fevereiro propõe um percurso que se desdobra sobre o trabalho de artistas contemporâneos.

» Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes. Atividade inclusa no valor do ingresso.
» Pré-agendamento para grupos de pessoas com necessidades especiais e acompanhantes com o setor educativo: (21) 2240 – 4948 | terça à quinta, das 12h às 18h

Dom 24 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que
compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Ter 26 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo
que instigam percepções ampliadas sobre a exposição permanente Genealogias do
Contemporâneo e as exposições temporárias. Com Elielton Rocha

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Qua 27 16h Diálogos: Reconfigurações de arte em público: zonas críticas entre ética, estética e pedagogia. Retomando os temas dos seminários internacionais Reconfigurações do público: arte, pedagogia e participação, este diálogo buscará refletir sobre as práticas artísticas, curatoriais e pedagógicas emergentes e seus impactos sobre os papéis públicos dos museus de arte hoje.

Convidados

  • Pedro Hussak (RJ) Professor de filosofia Universidade Federal Rural de Rio de Janeiro e do Programa de Pós Graduação Estudos Contemporâneas em Arte, Universidade Federal Fluminense
  • Tânia Rivera (RJ) Psicanalista, ensaísta e professora de departamento de arte Universidade Federal Fluminense

Mediação: Jessica Gogan e Luiz Guilherme Vergara (UFF), coordenadores do seminário e do Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM. Colaboração: UFF

» Gratuito. Vagas limitadas. Senhas distribuídas 30 min antes

Quin 28 16h Conversas nas exposições: O lugar que ocupamos no espaço define a perspectiva de como enxergamos o mundo a nossa volta. Conversa em forma de percurso, cuja proposta será a construção um mapa pessoal a partir de marcas colocadas em lugares inéditos do museu. Com Bernardo Zabalaga

» Vagas limitadas. Atividades inclusas no valor do ingresso._

Nota importante:
» Salão de exposições e o setor educativo não abrem entre 09 e 13 de fevereiro (Carnaval)

_________________________________________________________________________

JANEIRO 2013
Acompanhe nosso calendário de ações para o mês de janeiro de 2013. Atividades inclusas no valor do ingresso.

Quin 03 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman. Com Anita Sobar.

Sáb 05 16h Conversas nas exposições: O lugar que ocupamos no espaço define a perspectiva de como enxergamos o mundo a nossa volta. Conversa em forma de percurso, cuja proposta será a construção de um mapa pessoal a partir de marcas colocadas em lugares inéditos do museu. Com Bernardo Zabalaga.

Dom 06 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

Ter 08 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo que instigam percepções ampliadas sobre a exposição de longa duração Genealogias do Contemporâneo. Com Elieton Rocha.

Quin 10 16h Conversas nas exposições: A partir da exposição Genealogias do
Contemporâneo, discutiremos sobre a vertente crítica e figurativa da arte brasileira na década de 60, com foco na obra do artista Rubens Gerchman. Com Anita Sobar.

Sáb 12 16h Conversas nas exposições: O lugar que ocupamos no espaço define a perspectiva de como enxergamos o mundo a nossa volta. Conversa em forma de percurso, cuja proposta será a construção de um mapa pessoal a partir de marcas colocadas em lugares inéditos do museu. Com Bernardo Zabalaga.

Dom 13 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

Ter 15 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo que instigam percepções ampliadas sobre a exposição de longa duração Genealogias do Contemporâneo. Com Elieton Rocha.

Quin 17 16h Conversas nas exposições: Conversas dirigidas ao público espontâneo
que instigam percepções ampliadas sobre a exposição de longa duração Genealogias do
Contemporâneo. Com Luiz Guilherme Vergara.

Sáb 19 16h Conversas nas exposições: A partir de algumas narrativas expostas em Histórias às margens de Adriana Varejão iremos propor debates referentes à temporalidade da obra. Com Ana Chaves.

Dom 20 16h Ateliê aberto: Oficinas e encontros com artistas e educadores que compartilham processos de criação coletiva elaborados para famílias e públicos diversos.

Ter 22 16h Conversas nas exposições: O reconhecimento de algumas perspectivas históricas em versões declaradas e sutis, propagadas e esquecidas na produção da artista Adriana Varejão, exposta em Histórias às margens. Com Mara Pereira.

Quin 24 16h Conversas nas exposições: O pensamento na pintura (inscrição e apagamento) e o exercício da modernidade. Exposição Vieira da Silva (1908-1992). Com Virgínia Mota.

Sáb 26 15h Encontros Multissensoriais: Programa de acessibilidade que promove
experimentações multissensoriais nas exposições, acervos e jardins. Para cada encontro, elaboram-se novos percursos de interações, integrando cegos com videntes por meio de experiências ampliadas do ver e do não ver.

Ter 29 16h Conversas nas exposições: A partir de algumas narrativas expostas em Histórias às margens de Adriana Varejão iremos propor debates referentes à temporalidade da obra. Com Ana Chaves.

Qua 30 16h Diálogos: Reconfigurações do público. No primeiro semestre do ano, retomaremos os debates dos seminários internacionais Reconfigurações do publico: arte, pedagogia e participação, sobre as práticas e os papéis públicos dos museus de arte nos dias de hoje.

Quin 31 16h Conversas nas exposições: O dinamismo do olhar e a organicidade entre as linhas da pintura. Exposição Vieira da Silva (1908-1992). Com Virgínia Mota.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s