Colaboradores

A Casa
A Casa é um espaço cultural voltado para crianças e jovens que vivem em situação de risco, nas favelas do Fonseca e arredores da subida da ponte Rio – Niterói. A Casa oferece reforço escolar e atividades artísticas e culturais, procurando estimular sempre valores como cidadania, participação e sustentabilidade.

Casa da Arte de Educar Mangueira: Educação integral e cultura
A Casa da Arte de Educar da Mangueira está instalada nas proximidades do Morro da Mangueira, um bairro-favela da cidade do Rio de Janeiro localizado na Zona Norte, na sub-região de São Cristóvão. Possui uma estação de trem da Supervia. Seu grande atrativo é o Palácio do Samba, sede da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, que nos dias de ensaio reúne gente de todos os cantos da cidade. A favela surgiu a partir de alguns barracos nas terras do Visconde de Niterói. Desde 11 de maio de 1852, quando se inaugurou nas proximidades da Quinta da Boa Vista o primeiro telégrafo aéreo do Brasil, a elevação vizinha da Quinta era conhecida como Morro dos Telégrafos.

Casa de Artes do Terreirão: Atividades educativas, culturais e geração de renda Casa de Artes do Terreirão (CAT) foi fundada em setembro de 2003 com o objetivo de oferecer atividades educativas, culturais, ambientais e recreativas às comunidades carentes do Canal das Tachas (Terreirão) e vem realizando ações preventivas nessas comunidades, que, apesar da pobreza, tem a sorte de não ter o tráfico instalado. A iminência de risco social a que estão expostos as crianças e jovens foram fatores determinantes para a instalação dos trabalhos ora desenvolvidos.

Coletivo Briza
O Coletivo Briza é um coletivo de skate arte derivado do projeto Briza Skateboard [nome usado na época da parceria], sediado no CIEP Mário Tamborideguy, em Irajá, Zona Norte da cidade, reunindo jovens com idade entre 14 e 30 anos e integrando esporte, arte, design e comunicação.

Conjunto Habitacional Prefeito Mendes de Moraes [Pedregulho]                       Habitação com arquitetura de Reidy [Benfica]
O Pedregulho é um edifício suntuoso construído em um dos morros na zona central e portuária do Rio de Janeiro.  Seu nome de batismo, contudo, é Conjunto Habitacional Prefeito Mendes de Moraes, mas há ainda um terceiro: o prédio é também chamado pelos moradores e habitantes arredores de “Minhocão”, seguramente como referência à edificação principal, um edifício de seis andares em formato curvilíneo, no topo de um morro. O prédio foi concebido pelo arquiteto modernista Affonso Eduardo Reidy  (1909-1964), construído entre 1947 e 1952, com o apoio de Carmem Portinho, Secretária de Obras no período, e de Prefeito Mendes de Moraes, que dá nome ao conjunto.

Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu
A Escola Livre de Cinema é a primeira escola de audiovisual da Baixada Fluminense e funciona desde julho de 2006. Sua metodologia articula três conceitos – o corpo, a palavra e o território como elementos de expressão da imagem e do som. Seu conteúdo pedagógico aponta para o domínio das técnicas e para o encorajamento estético, no sentido de estimular a criação e a produção audiovisual.

Instituto Terrazul
O Instituto é uma Organização Social Sem Fins Lucrativos, fundada em 1997, e tem sua sede localizada na Ilha da Gigóia, Barra da Tijuca e tem como missão a busca do desenvolvimento humano para o alcance da sustentabilidade ambiental, cultural, social e econômica das regiões envolvidas em seus projetos.

Luta pela Paz
Ong localizada na comunidade de Nova Holanda/Complexo da Maré, com ações de boxe e artes marciais combinados com educação e desenvolvimento pessoal, direcionadas a crianças e jovens, moradores das comunidades de um complexo de 17 favelas no Rio de Janeiro.

MUF – Museu de Favela
O Museu de Favela-MUF é uma organização não governamental privada de caráter comunitário, fundada em 2008 por lideranças culturais moradoras das favelas Pavão, Pavãozinho e Cantagalo. O MUF surgiu um ano antes da chegada da Unidade de Polícia Pacificadora – UPP nesse morro, enfrentando muitos desafios.Nesse primeiro museu territorial e vivo sobre memórias e patrimônio cultural de favela do mundo, o acervo são cerca de 20 mil moradores e seus modos de vida, narrativos de parte importante e desconhecida da própria história da Cidade do Rio de Janeiro.

Papel Pinel – Instituto Phillipe Pinel
O Papel Pinel é uma fábrica terapêutica, iniciativa experimental de geração de renda, um espaço de criação coordenado por Esther Marco Wenna, oferecido aos usuários de saúde mental como possibilidade de resgate do direito ao trabalho, cidadania e inclusão social. Através de oficinas de reciclagem de papel, são produzidos cadernos, blocos de anotações, cartões, bolsas, camisetas e desenhos.

Pimpolhos – Escola de samba mirim
A Pimpolhos da Grande Rio é uma Escola de Samba Mirim e Organização Não Governamental sem fins lucrativos cujo objetivo está concentrado em promover a inclusão social através da arte e da cultura. Localizada no Município de Duque de Caxias, no Estado do Rio de Janeiro, a instituição realiza, desde 2003, um importante trabalho junto às comunidades do local, e, em parceria com outras empresas da região, desenvolve diversas  atividades de cunho artístico-cultural, criando oportunidades de aprendizado e crescimento para centenas de crianças e adolescentes.

Retiro dos Artistas
Oficialmente fundada em 13 de agosto de 1918, no teatro Trianon, por 68 profissionais, o grupo se reuniu pela 1° vez, para eleger a sua diretoria, em 19 de agosto de 1918, com a presença de 133 artistas, no extinto Cine Teatro Pathé. Com o passar do tempo e devido a alguns acontecimentos, a Casa dos Artistas se resumiu ao trabalho assistencial do Retiro. Vivendo de doações, campanhas, a instituição tratou de investir na qualidade de atendimento, visto que, o número de profissionais da área artística que se aposentavam sem lugar para moradia e necessitando de cuidados, aumentava cada vez mais. Atualmente, residem 50 artistas nas pequenas casas, além dos que vivem em regime de internação hospitalar, em vários pavilhões com serviços oferecidos gratuitamente a eles.

Spectaculu – Fábrica de Espetáculos
A Spetaculu e uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, que se propõem a completar educação escolar, oferecendo atividades artísticas, culturais e de iniciação profissional para jovens de comunidades da periferia do grande Rio, em situação de risco. Localiza-se em um galpão industrial, na área portuária do Rio de janeiro, ao lado do terminal Rodoviário Novo Rio.

 Galeria | Retornar Irradiações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s