Memórias da Unidade Experimental I

Encontro com o artista Guilherme Vaz que apresentou relatos sobre o programa Unidade Experimental, realizado no MAM entre a década de 60 e 70. Foi exibido o filme de Ivan Cardoso“H.O – processos”, onde Hélio Oiticica é entrevistado sobre o conceito de “Estados de Invenção”. O encontro foi seguido de laboratórios de desenho, som, corpo e crítica, propostos por Guilherme Vaz, baseado no conceito da “distância mínima” entre artista e público.

A Unidade Experimental foi fundada em 1968 por Guilherme, Cildo Meireles e Frederico Moraes, inspirada nas mudanças conceituais que envolviam as novas relações entre artista e público, chamadas como distância mínima e o fim do objeto artístico promovendo experiências participativas. Foi a primeira vez que, no Rio, se trabalhou para além do suporte, tela e pedestal, denominando assim uma geração de “suportes abrangentes”. A Unidade Experimental foi por onde transitaram vários artistas conceituais, tais como Artur Barrio, Tunga, Ascânio MMM e Antonio Manuel.

– –
Participação: Guilherme Vaz
Realização: 16 de julho de 2011

Saiba mais sobre: DouAções: Memórias da Unidade Experimental I
 Galeria  Vídeos |  Retornar Programação passada |  Retornar Programas

Anúncios

Uma resposta em “Memórias da Unidade Experimental I

  1. Well to me, I really do not care what I look like or what I am wearing,l All I care about is My horse, (even though I don’t have a horse, nor a horse to ride on) and conpititeom. Either with helmet or not helmet. I don’t care. Lol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s